Por que fazer terapia?

A terapia é apontada como recurso fundamental para cuidar de nossa saúde mental. Confira os benefícios desse cuidado.
entenda-por-que-fazer-terapia

Atualmente, muito se fala sobre a importância de cuidar de nossa saúde mental. Dessa forma, a terapia é apontada como recurso fundamental que proporciona este cuidado. 

No entanto, ainda há opiniões equivocadas sobre o acompanhamento terapêutico, que durante muito tempo foi referido como acompanhamento para “loucos”. 

Mas e você? Você sabe, de fato, a importância de fazer terapia e o que ela proporciona? 

Importância da terapia

Para ficar mais claro os motivos que podem levar o indivíduo a buscar pela terapia, citarei abaixo alguns deles: 

  • Busca por autoconhecimento, o que proporciona a capacidade de compreender nosso mundo interno e tudo que dele faz parte: emoções; desejos; pensamentos; medos; crenças; frustrações, entre outros; 
  • Busca pelo desenvolvimento de autocontrole; para auxiliar na forma de lidar com situações de seu dia-a-dia; 
  • Identificação de seus potenciais e habilidades; de maneira que consiga explorá-los e utilizá-los a seu favor; 
  • Busca pelo desenvolvimento de inteligência emocional, com intuito de elevar sua capacidade de resolver problemas com maior eficiência, bem como gerir seus sentimentos e emoções de maneira mais assertiva; 
  • Busca pela melhora nos relacionamentos interpessoais; sejam relacionamentos afetivos, familiares, acadêmicos ou profissionais. 
  • Busca pela melhora de sua autoconfiança e autoestima; de modo a auxiliar, dentre outros fatores, o desenvolvimento de autonomia e segurança. 

Esses são alguns dos motivos que podem levar uma pessoa a buscar pela terapia. E aí? Identificou-se com algum deles?  

A cura através da fala

A terapia proporciona a cura através da fala. Junto ao profissional, o paciente consegue se compreender de maneira profunda, permitindo-se entrar em contato com aquilo em que, muitas vezes, tentou fugir ou negar.

É preciso permitir-se sentir plenamente o que está dentro de nós. Como vamos mudar se não entendemos os motivos de sermos de determinada forma, ou se não identificamos o que queremos ser, como queremos ser? 

Ao contrário do que muitas vezes a sociedade impõe e, como pôde-se observar acima, a busca pelo processo psicoterapêutico não é indicada apenas em casos “de grande impacto”, como, por exemplo em momentos de luto.

O que diz se algo em sua vida é de grande impacto ou não é você. Por este motivo, torna-se fundamental perceber a maneira como você está vivenciando determinados momentos e situações de sua vida. 

O autoconhecimento é imprescindível para identificarmos nossos sentimentos, pensamentos, emoções, buscar estratégias de solução, e delimitar os nossos limites. É impossível ser forte o tempo inteiro. 

Procurar ajuda não é sinônimo de fraqueza. Não precisamos passar por momentos difíceis sozinhos. O suporte profissional oferecido pela terapia pode ser um recurso importantíssimo na construção de seu bem estar e qualidade de vida. 

Escrito por Luisa Borges – CRP: 06/144360

Converse com a Vivi, sua nova assistente de saúde mental digital gratuita

Um app feito para cuidar de você com empatia do jeito que você merece

Acompanhe nossos conteúdos

Abrir bate-papo
Olá, como posso ajudar?